Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

windows (bios,dicas)xp

Quer um sistema operativo mais célere sem ter de recorrer a upgrades nem a overclocking? Então leia as valiosas dicas que preparámos para si

 

É certo que o PC simplificou uma série de tarefas e permitiu não só a exploração de novas áreas, como também a criação de novas oportunidades. No entanto, o cenário nem sempre foi – nem será – assim tão cor-de-rosa. Por vezes, ele requer de nós tempo e esforço. Neste artigo, procura-se recuperar o equilíbrio perdido.

Se o seu computador se tem tornado lento com o passar do tempo, poderá melhorar a sua performance desfragmentando o disco rígido ou limpando o lixo da reciclagem. Estas não são, contudo, as únicas razões para os computadores ficarem abaixo das expectativas. A maioria dos PCs não está ajustada para o melhor desempenho que pode realmente dar e não se encontram certamente optimizados para a forma como o leitor trabalha. Está na altura de pôr cobro a isso.

Afine o arranque
Iremos começar pela BIOS e vamos certificar-nos de que a sua máquina tem o ralenti afinado antes de arrancar com o Windows. Se o seu sistema não está a mostrar um desempenho tão bom como poderia ter a este nível, as ineficiências transmitem-se ao Windows e começará logo com defeitos. Com especial ênfase no processo de arranque, examinaremos como pode usar o utilitário de configuração do sistema para optimizar o arranque e certificar-se de que não tem programas ou serviços desnecessários a correr em segundo plano. Também iremos ver como o Registry (Registo) pode maximizar a performance do Windows.

O Registry oferece algumas formas intrigantes de o ajudar a trabalhar de um modo mais eficiente, personalizando o Windows para que funcione de uma maneira mais inteligente.

Os exemplos passam por reduzir os atrasos marcados ou por melhorar a disposição da alternância de tarefas ou o próprio menu Iniciar. No entanto, tenha em atenção que ajustar o Registo não é para todos.

 

Acelere a BIOS
Mexa nas definições mais básicas do seu PC de modo a conseguir obter ganhos de tempo logo no início de todo o processo

Pode poupar tempo introduzindo as especificações do disco na BIOS
Antes que o seu computador lance o Windows, ele corre um software simples que faz os respectivos dispositivos funcionarem em conjunto como deve ser – trata-se da BIOS, sigla para Basic Input Output System, que é armazenada na CMOS (Complementary Metal Oxide Semiconductor), a memória que mantém as suas definições da BIOS. Na sua motherboard existe uma pequena bateria que mantém o conteúdo da CMOS. Se essa bateria for removida ou o jumper da CMOS alterado, o conteúdo deste memória é eliminado e a BIOS sofre um reset para as suas definições pré-definidas.

As pré-definições da BIOS funcionam normalmente bem, mas raramente são optimizadas. Por isso mesmo, existe uma série de formas para melhorar a performance do seu computador sem lhe fazer qualquer upgrade ou mesmo pressioná-lo para além dos limites – entenda-se overclocking, muito popular entre os power users que gostam de espremer todo o sumo que for possível dos respectivos sistemas, mas que é arriscado, já que pode danificar os componentes chave. Neste artigo, não iremos falar de overclocking; veremos como pode optimizar as definições do seu sistema para que o seu PC funcione o mais eficientemente possível.

Versões da BIOS
Pode poupar tempo a detectar o seu disco rígido, introduzindo a respectiva especifição na BIOS
Há, basicamente, três BIOS muito populares – a AMI, a Phoenix e a Award, sendo que as duas últimas pertencem agora à mesma empresa. A grande maioria dos PCs utiliza a BIOS Award, e é por isso que nos iremos concentrar nela. Tenha em conta que as outras BIOS podem variar em aparência e ter controlos diferentes aqui e ali, mas fazem todas a mesma coisa e, portanto, deverá ser capaz de conseguir os mesmos efeitos usando diferentes BIOS. Mesmo as diversas motherboards que usam a BIOS Award serão ligeiramente diferentes. Por isso, use as instruções que fornecemos como guias, tendo em conta que o seu PC pode fazer as coisas de modo ligeiramente diferente.

Entre na BIOS premindo Del durante as primeiras fases do arranque. Nalguns casos, a tecla ou combinação de teclas pode variar, mas se o fizer, a combinação certa estará à vista quando ligar o seu PC. Deverá ver o ecrã principal de configuração da BIOS. A anotação descreve algumas das opções que pode seleccionar na Award BIOS. Algumas motherboards têm uma opção global para aumentar a velocidade. Pode encontrar definições como Normal, Fast e Turbo. Pode também haver a funcionalidade de Load Optimized Defaults nalgumas BIOS, que permite melhorar a performance num único passo, mas nem sempre se aplicam às definições mais eficazes.


O teste de memória
Pode redefinir a sua BIOS para os seus settings pré-definidos, através da opção Load Setup Defaults
As motherboards mais antigas contam a RAM de sistema como parte do power on self test. No entanto, à medida que os requisitos de memória têm aumentado, este pode ser um teste lento e frustrante. A maioria das BIOS modernas passa-lhe à frente. Se a sua não o faz, pode precisar de activar uma opção marcada como Fast Boot ou Quick POST. Nalguns casos, poderá ter de desactivar o teste de memória. Normalmente, encontra estas opções na Setup ou em Advanced Setup Options.

Neste mesmo local, poderá encontrar a sequência de arranque. É aqui que dá a instrução ao seu PC sobre qual das drives deve procurar pelo SO quando arranca. Por pré-definição, a maioria dos PC procura primeiro nas drives de disquetes, se houver, e depois vê na drive de CD ou DVD e finalmente no disco rígido. Isto permite-lhe usar uma disquete de arranque ou arrancar a partir do CD se quiser. No entanto, verificar todas essas drives mais lentas antes de procurar o Windows no disco rígido pode ser uma perda de tempo, especialmente se quiser arrancar sempre pelo Windows. Pode acelerar as coisas um bocadinho seleccionando o disco rígido como o primeiro ou o único dispositivo de arranque. No entanto, lembre-se que, para escolher estas definições, precisa de regressar à BIOS e activar outros dispositivos de arranque se quiser arrancar de um CD ou uma disquete.

Se tiver uma placa gráfica AGP, poderá ser capaz de optimizar o uso da memória para ganhar performance. Em Chipset Features, seleccione a AGP Aperture, isto é, a quantidade de RAM do sistema usada para o ecrã. Pode aumentá-la até metade da sua RAM existente,

sendo que só é usada se for necessário

 

 

Tweaks de velocidade na BIOS
Eis algumas dicas simples para acelerar o arranque e melhorar a performance na BIOS

Reinicie o seu PC, premindo em Del repetidamente durante as primeiras fases do arranque. Entra assim no utilitário de configuração da BIOS. Algumas BIOS precisam de uma combinação de teclas diferente, pelo que deverá prestar atenção às indicações fornecidas durante o arranque. Escolha BIOS Features Setup.

Use as teclas das setas para navegar pelos diversos ecrãs da BIOS. Desloque-se para baixo, para Quick Power on Self Test. Dependendo da BIOS, prima Enter para alterar a definição, ou use Page Up e Page Down para navegar entre as definições.

Ter o Quick Power on Self Test activado impede a contagem da memória durante o arranque. Nalguns casos, poderá precisar de desactivar o teste de memória. A sequência de arranque determina qual a drive que o seu PC começa por usar. Tipicamente, começa com a drive de CD ou de disquete.

Pode acelerar o processo tornando o seu disco rígido no primeiro dispositivo de arranque. Navegue pelas várias opções até encontrar uma que comece com C, ou que mostre apenas o C. Se precisar de arrancar a partir do CD, terá de se lembrar de voltar a alterar a definição de modo a que fique como estava inicialmente.
Seleccione Chipset Features e escolha AGP Aperture Size, a quantidade de RAM do sistema atribuída às capacidades de vídeo de AGP. Pode definir este valor até metade da RAM do seu sistema. Apenas será usada se necessário e pode melhorar a capacidade de resposta da componente gráfica.
Vá a Power Management Setup. Defina o botão de ligar para desligar instantaneamente. Deste modo, acelera o processo desligar quando o seu PC está “pendurado”. No entanto, pode fazer com que o desligue acidentalmente, por isso, talvez queira manter o atraso pré-definido. Guarde as suas alterações e saia da BIOS.

Visão global da BIOS
Descubra as principais áreas onde pode fazer a diferença na BIOS
1 Standard CMOS Setup
Permite-lhe definir a data e a hora e também especificar o tipo de disco rígido e de adaptador de vídeo que tem.
2 Speedeasy Cpu Setup
Permite-lhe ver se o processador está configurado como deve ser. Também lhe dá a oportunidade de fazer overclocking, se quiser correr esse risco
3 BIOS Features Setup
Defina a sequência de arranque e gira itens como Power On Self Test nesta secção da BIOS.
4 Chipset Features Setup
Ajuste aqui os tempos da memória e o tamanho da abertura do AGP. Ambos podem afectar a performance do seu PC.
5 Award BIOS
As BIOS variam. Esta é produzida pela Award, a versão mais popular da BIOS. No entanto, mesmo as diversas Award BIOS são diferentes umas das outras, embora tenham controlos semelhantes
6 Save And Exit
Não se esqueça de gravar as suas alterações à BIOS quando sair. De outro modo, todas as suas manipulações terão sido em vão.

 

 

 

 

Configure o seu sistema
O System Configuration Utility e o Registry Editor oferecem oportunidades para ganhar velocidade

Muito do comportamento lento do Windows deve-se a entradas desnecessárias no arranque. As aplicações podem colocar-se no arranque em numerosos lugares – na pasta Startup no menu Start, na chave do Registo HKEY_LOCAL_MACHINE\ SOFTWARE\ Microsoft\ Windows\ CurrentVersion\ Run, ou como linhas de vários ficheiros de arranque. O System Configuration Utility, ou MSconfig, permite-lhe isolar e desactivar itens de arranque um por um, para que possa encontrar os que causam problemas por um processo de eliminação. O separador Startup mostra o local de cada entrada. Retirando a selecção sobre a caixa respectiva, pode reiniciar o PC tendo esse item desactivado. Pode então decidir remover a entrada completamente editando o Registo, removendo um atalho da pasta de arranque ou alterando as propriedades do mecanismo mãe.
O MSconfig também lhe dá a hipótese de desactivar linhas individuais em System.ini e Win.ini e Boot.ini. Em vez de editar estes ficheiros directamente, vê os efeitos de se removerem linhas específicas. Depois de reiniciar para testar as suas alterações, pode torná-las permanentes apagando as linhas directamente, editando o ficheiro no Notepad. Para trabalhar com estes ficheiros isoladamente, consulte o guia Passo-a-passo.

No Windows 9x, o MSconfig é mais do que um gestor de arranque – oferece acesso ao Autoexec.bat, Config.sys e ao menu View. Também dá acesso a várias áreas chave do Control Panel. Há imensos tweaks poderosos que se podem fazer clicando sobre Advanced, no separador General. Entre outras alterações, pode desactivar o Scandisk após o sistema ter desligado incorrectamente e activar o menu Startup para cada restauro.

Quando tiver o seu PC a arrancar da forma que quer, pode voltar a sua atenção para áreas do Windows mais eficazes. Por exemplo, pode fazer uma série de optimizações editando o Registry. Se tomar algumas precauções básicas, isto não tem de ser muito arriscado. A anotação dá uma visão global do Regedit, o editor do Registo. Lance-o seleccionando Iniciar, Executar e escrevendo Regedit na barra aberta. Clique em Ok.

Cópia de segurança do Registo

Os atalhos no grupo Arranque do menu iniciar são lançados quando o Windows arranca
Antes de fazer quaisquer alterações, faça uma cópia de segurança de todo o Registo. No menu File, escolha Export. Isto permitir-lhe-á guardar os dados do Registo para um local diferente.

Navegue para a localização onde quer colocar o ficheiro. Se tiver dúvidas, use My Documents. Em Export range, seleccione All. Dê a este ficheiro de Registo um nome e clique em Save. Agora, tem uma cópia de segurança que pode restaurar usando Regedit ou, se não conseguir arrancar o Windows, escolhendo Last Known Good Settings do menu de arranque.

Quando carrega um CD ou DVD, o Autorun dá-lhe imediatamente arranque e oferece-lhe algumas opções. Isto pode causar um atraso e é um pouco chato se apenas quiser ver-lhe os conteúdos. Para desactivar o Autorun, expanda o hive HKEY_LOCAL_MACHINE e o ramo System. Expanda a árvore do Registo até ver a seguinte chave: HKEY_LOCAL_MACHINE\ SYSTEM\ CurrentControlSet\ Services\ CDrom. Verá uma série de entradas de valores que alteram aspectos diferentes da interface da drive de CD-ROM. Seleccione o valor DWORD AutoRun. Clique nele com o botão direito do rato e escolha Modify. Altere o valor de 1 para 0. Clique em Ok e feche o Regedit. Se precisar de restaurar o Autorun, volte a alterar este valor para 1.

Para um download mais eficiente, aumente o número de downloads que pode fazer de um website. Com isto, não acelera os seus downloads mas reduz o seu nível de interacção com o Internet Explorer, o que lhe poupa tempo e esforço. É também uma boa maneira de maximizar a largura de banda numa ligação de banda larga.
Abra Regedit e navegue até HKEY_CURRENT_USER\ Software\ Microsoft\ Windows\ CurrentVersion\ Internet Settings. Crie dois valores DWORD, se não existirem já – MaxConnectionsPerServer e MaxConnectionsPer1_oServer. Seleccione Edit, New, DWORD Value. Repita o processo e dê aos dois valores os nomes acima mencionados. Por pré-definição, o valor axConnectionsPerServer está definido para 2, o que lhe dá dois downloads em simultâneo de qualquer site. Aumentá-lo para 3 dá-lhe mais um download. O MaxConnectionsPer1_oServer tem uma pré-definição de 4, dando-lhe um máximo de quatro downloads diferentes de sites diferentes.

Utilitário de configuração do sistema
Dê uma volta no MSConfig e ajuste a sua sequência de arranque

Abra o System Configuration Utility. No separador General, verifique se todas as opções estão tal como indicadas na imagem caso queira fazer um arranque selectivo

Os dois separadores seguintes, System.Ini e Win.Ini referem-se a dois ficheiros aos quais o Windows recorre para guardar definições e preferências. No caso do primeiro, verifique se as entradas marcadas estão de acordo com o seu critério.

Avance para Win.Ini e repita o processo. Para obter mais informações acerca de determinadas entradas, basta clicar em +.

Chegado a Boo.Ini, é aqui que controla a forma pela qual o sistema operativo é carregado. Para tornar o processo o mais rápido possível, escolha Minimal e Safeboot.
Na parte de serviços, seleccione apenas os que realmente precisa. Muitas vezes, há drivers ou pequenas aplicações que correm em segundo plano sem qualquer necessidade, uma vez que só tornam tudo mais lento.
O mesmo se passa com as aplicações associadas ao arranque. Retire a selecção em programas pesados como o Nero ou o Office, a menos que realmente precise deles assim que arranca o sistema. Poderá sempre iniciá-los depois de ter entrado no sistema, e não durante o arranque.

Trabalhe com o Regedit
O Registry Editor permite-lhe fazer alterações a muitas das definições escondidas no Windows
1

Menu File
Quando correr o Regedit, primeiro escolha File, Export e dê um nome ao ficheiro, para fazer uma cópia de segurança ao Registo. Deste modo, salvaguarda-se dos erros que possa cometer.
 

2

Vista em árvore do Registo
Expanda o My Computer para ver os cinco hives que constituem o Registo. Pode expandi-los também para ver as chaves e as subchaves.
 

3

Subchave
As chaves e as subchaves comportam-se de maneira semelhante às pastas do Windows Explorer. Pode ter subchaves dentro de subchaves, tal como pode pôr pastas dentro de pastas.
 

4 Barra de estado
Esta mostra a chave actual. É útil porque pode ver de uma vez onde está no Registo.
5 Entrada string
Para alterar os dados numa entrada de valor qualquer, clique em cima dela com o botão direito do rato e escolha Modify. Pode então introduzir o novo valor.
6 Entrada de valor
Uma chave ou subchave contém entradas de valor. Estas podem ser binárias ou conter informações numéricas como os valores DWORD. Os valores string contêm texto.

 

 

Melhore o Windows
Torne a interface do Windows mais eficaz com umas alterações cuidadosas no Registo

Uma forma de melhorar a eficiência é personalizar o Windows. Pode começar por tornar o seu menu Iniciar mais eficiente. Alguns conhecimentos sobre class identifiers (CLSID) podem permitir-lhe personalizar este menu. Ao criar pastas com o nome correcto, pode tornar os conteúdos de áreas como o Painel de Controle e a Reciclagem acessíveis. Com a pasta Impressoras, pode aceder a cada impressora directamente.

Para isto funcionar, precisa de criar uma pasta por objecto na pasta Programas do menu Iniciar. O nome que der à pasta precisa de ser o nome do objecto seguido do seu CLSID envolto em chavetas. O nome e o CLSID precisam de estar separados por um ponto: Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}; Recycle Bin.{645FF040-5081-101B-9F08-00AA002F954E}; Printers.{2227A280-3AEA-1069-A2DE-08002B30309D}. É vital que estes sejam introduzidos tal e qual como estão escritos. Certifique-se de que o CLSID é introduzido entre chavetas. Tudo o que está antes do ponto aparece como título da pasta. Pode alterá-lo se quiser, mas todos os caracteres depois do ponto devem estar como mostrámos, ou este tweak não funciona. Experimente introduzir os títulos das pastas, incluindo os códigos CLSID, no Notepad. Guarde este texto no local de acesso fácil. Se alguma vez precisar de voltar a usar este tweak mais uma vez, lance o ficheiro e use copy e paste para que não tenha de voltar a escrever os códigos.

Aceda a cada applet do Painel de Controle directamente do menu Iniciar
Pode modificar a maneira como o seu teclado interage com o Windows alterando algumas entradas do Registo. Muitas pessoas gostam que o Num Lock já esteja ligado quando entram no Windows. Isto é algo que pode ser definido na BIOS, mas assim fica encravado com uma definição que pode precisar de alterar. Se tiver dois utilizadores com preferências diferentes, pode fazer as opções nas definições do Registo para os utilizadores a que isso diz respeito. As definições do teclado são guardadas na chave HKEY_USERs\SID\ Control Panel\ Keyboard, dentro da qual pode alterar o atraso e a velocidade do teclado para se adequar ao estilo de escrita do utilizador (SID corresponde ao utilizador). Quando existem várias janelas abertas, pode alterná-las usando os respectivos botões na barra de tarefas. Mas, quando estes começam a ser demasiados, aumentam os convenientes. Em alternativa, pode alternar entre janelas mantendo premido Alt e premindo Tab repetidamente para desenrolar pelas várias aplicações.

O diálogo que aparece é conhecido pelo Task Switching Dialog. É possível personalizar este diálogo para cada utilizador. Há valores de registo para o número de colunas e filas de ícones que aparecem na caixa. Por pré-definição, estes correspondem a 7 e 3, respectivamente, mas pode querer usar mais ou menos colunas e ícones, dependendo do número de janelas que tem abertas e da resolução do seu ecrã.


Torne o menu Iniciar mais eficaz
Acrescente botões extra para ter alguns atalhos rápidos

Escolha Iniciar, Meu Computador e navegue para C:\ Documents and Settings\nomedoutilizador\Start Menu\Programs, onde nomedoutilizador é a conta do utilizador em questão. Clique com o botão direito do rato em qualquer lado nesta pasta e escolha Novo, Pasta.

Clique com o botão direito do rato em cima da nova pasta e escolha Alterar Nome. Chame a esta Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D} ou o nome e o código relevante para o componente que quer acrescentar. Clique fora da pasta para finalizar a acção.

Observe enquanto o ícone da pasta se altera para o do componente. Feche a janela do explorador do Windows. Clique em Iniciar, Todos os programas e veja a nova entrada para o Painel de Controle. Pode agora aceder a qualquer applet do painel a partir do menu Iniciar.


Faça o Windows ter uma melhor resposta
Ponha o seu teclado a funcionar melhor e optimize o Task Switching

Abra o Regedit. Se for o único utilizador do seu PC, navegue até HKEY_CURRENT_USER\ Control Panel\ Keyboard. De outro modo, precisará de navegar para a mesma chave em HKEY_USERS, com o seu identificador de segurança.

O KeyboardDelay é um valor de string que determina por quanto tempo tem de premir uma tecla antes da repetição automática se activar. Este está normalmente definido para 1, mas pode torná-lo mais comprido escolhendo 2 ou 3 ou diminuir o atraso definindo o valor 0.

O KeyboardSpeed determina quão rapidamente uma batida é repetida quando a repetição automática estiver activada. O valor de string varia de 0 a 31 – o valor mais alto é equivalente a 30 caracteres por segundo, o mais baixo a cerca de dois caracteres por segundo.

Tem de ligar o Num Lock depois de entrar no sistema? Certifique-se de que está activado editando o valor string InitialKeyboardIndicators em HKEY_USERS. Se este valor estiver definido para 2, o Num Lock estará ligado quando se ligar, independentemente do seu estado anterior.
Para modificar a alternância entre tarefas, navegue até HKEY_USER\ ControlPanel\ Desktop, já que esta chave guarda as entradas da alternância de tarefas, CoolSwitchingColumns. Altere este valor de string das sete colunas pré-definidas, dependendo da resolução e do número de tarefas.
O outro valor string de alternância de tarefas a mudar é o CoolSwitchRows. Pré-definido a 3, o valor determina o número de filas usado no caixa de diálogo Task Switching. Diminua para ter menos linhas no diálogo.

Desloque as janelas
Altere a forma como o Windows XP desloca e redimensiona as janelas

Altere o valor dos dados de DragFullWindow para 0, se quiser poupar recursos nas animações de movimento
As versões anteriores do Windows apenas mostravam um contorno das janelas à medida que as movia e redimensionava, de modo a poupar no poder de processamento. Agora que os CPUs mais rápidos são a norma, o Windows moderno anima o movimento por inteiro. Pode desligar esta funcionalidade se precisar de usar os recursos com mais eficiência. Pode também alterar a sensibilidade do Windows às operações de clique e arrasto (drag and drop).

Para alterar e deslocar a janela apenas pelos contornos, abra o Regedit. Navegue até HKEY_CURRENT_USER\ Control Panel\ Desktop ou HKEY_USERS\SID\ Control Panel\ Desktop, dependendo se estiver a editar a sua configuração ou a de outra pessoa. Seleccione o valor string DragFullWindows, clique nele com o botão direito do rato e escolha Modify. Altere a entrada de dados para 0.

Para alterar a sensibilidade às operações de arrasto, permaneça na mesma chave e examine os valores de string DragHeight e DragWidth. Estes determinam a quantidade mínima de movimento vertical ou horizontal (respectivamente) necessária para activar uma operação de arrasto. Por pré-definição, ambos os valores estão definidos para 4. Baixe o valor para dar mais capacidade de resposta ao arrasto, ou aumente-o para que fique menos sensível.

 

Fonte: PCGuia

 


publicado por helldanger1 às 22:20
link do post | comentar | favorito
|
Design By FC Copyright ®2007 2009 Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet, Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Como formatar o computado...

. Como formatar e instalar ...

. INSTALAÇÃO DO WINDOWS XP ...

. Recovery Disks Vista /...

. Correcção da falha de se...

. Explorador de tarefas Win...

. Recovery Disk Win8

. Fechando o Metro win8

. Função teclas Windows 8

. Melhorias do Windows 8

.arquivos

. Agosto 2013

. Setembro 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

>

Photo of lovely_things

.Translate

.subscrever feeds