Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

Proteja a sua privacidade online

Tudo o que fazemos online deixa um rasto. O ano passado a comunidade de internautas ficou indignada quando a americana AOL deu a conhecer uma lista das procuras mais efectuadas por cerca de 600 mil utilizadores. Esta questão não gerou muito alarido, porque os detalhes pessoais de cada um dos pesquisadores foram reservados. No entanto, se pensarmos melhor no assunto, se calhar havia razões para alguma preocupação.

Cada procura ou pesquisa está associada a um identificador específico que reúne todo o histórico de pesquisas de um determinado utilizador. Se fossem buscar todas as pesquisas de um identificador, chegariam facilmente a todo o histórico daquele utilizador em particular. É possível identificar uma pessoa consoante o que ela pesquisa num motor de busca. No caso AOL, a identidade real de alguns dos utilizadores chegou a ser descoberta. Com isto, as pessoas começaram a perceber que não é uma boa ideia permitir que uma empresa que tutela um motor de busca possa reunir este tipo de informação tão detalhada acerca das suas preferências.

Existe ainda outro ponto de particular fragilidade: os locais públicos de acesso wireless à Internet. Nunca se sabe se a pessoa que está sentada ao seu lado não está a usar um pequeno programa que lhe permite visualizar e aceder a tudo o que está a consultar que não esteja encriptado.

Nas próximas 20 dicas mostramos-lhe como proteger a sua informação de alguns utilizadores mais curiosos e oportunistas. São passos bastante simples que deve ter sempre presentes.

01 Limpe o histórico da Internet
No Firefox siga até Tools, Options, separador Privacy. Clique em Clear Now. Aqui poderá optar por apagar o histórico da Internet, o histórico dos downloads realizados, a cache, os cookies, as palavras-passe guardadas e as sessões que pedem autenticação. A opção Clear Private Data, no menu Tools, permite-lhe configurar o que quer apagar, usando os comandos de configuração disponíveis no separador Privacy. Neste último existe ainda a opção de apagar toda a informação privada sempre que sair do Firefox. No IE, dirija-se a Ferramentas, Apagar Histórico. Esta opção permite-lhe apagar temporariamente ficheiros da Internet, cookies, histórico e palavras-passe.

02 Remova ficheiros index.dat
Mesmo após ter usado o seu browser para remover dados pessoais, continuarão a existir indícios da sua passagem por determinados locais e da informação por si trabalhada guardados em ficheiros designados por index.dat. Poderá usar o CClea-ner para os apagar. Basta fazer o download em www.ccleaner.com. No ecrã Cleaner Settings certifique-se de que a opção está seleccionada e carregue em Run Cleaner. Poderá usar esta ferramenta para limpar os seus cookies e ficheiros temporários.

03 Lembre-se do Googe Desktop
Tenha sempre presente que se tiver o Google Desktop instalado ele regista todos os sites que consultar.

04 Evite colocar o endereço online
É significativo o número de pessoas que continuam a colocar o endereço de e-mail no seu website, blog ou em diferentes locais da Internet. Não o faça! Os spammers são uma espécie de raça que cheira ao longe, e em poucos segundos, as novas entradas de endereços de e-mail na Net. Se quiser facultar o seu endereço a terceiros, precisa de o fazer de uma forma específica, capaz de reduzir ao máximo as investidas por parte dos spammers, enganando os chamados spam bots, usados para caçar endereços na Internet. Um dos truques que pode utilizar é criar o seu endereço num ficheiro de imagem e exibi-lo desta forma no site.

05 Reachby
Se não quiser de todo colocar o seu endereço e-mail na Internet, então existe uma forma de passar o seu contacto a quem lhe interessa, sem o expor aos olhares das pessoas que não lhe interessam. Esta solução cria uma espécie de formulário de contacto que reenvia mensagens para si. Dirija-se à página http://yourname.reachby.com para ter acesso ao formulário e a um campo que lhe permite facultar algumas informações pessoais, se assim o desejar. Os utilizadores introduzem os detalhes pessoais que pretendem e a mensagem que querem passar nesse formulário. Poderá também estabelecer uma questão que exige uma resposta antes de o formulário poder ser enviado. Experimente o http://reachby.com.

06 Elimine ficheiros de forma segura
Sempre que apaga algo do seu disco rígido, esse dado não é totalmente eliminado. O que acontece é que o sistema operativo marca essa área do disco como livre, ou seja, passível de receber novos dados. No entanto, até que esse espaço seja esgotado com nova informação, os antigos dados que pensa ter apagado permanecem lá. Aliás, mesmo quando esse espaço for ocupado por novos ficheiros, existe software capaz de resgatar toda a informação supostamente apagada do disco. Se pretender desfazer-se de ficheiros para sempre, terá de usar um programa de eliminação seguro que apague repetidamente os ficheiros. Existe uma boa opção disponível, que até é gratuita, de seu nome Eraser (www.heidi.ie.eraser). O Eraser adiciona um menu de contexto ao Internet Explorer e à Reciclagem e tem duas opções: uma permite-lhe apagar um ficheiro de forma segura (Erase a file); a outra possibilita que os dados colocados dentro da reciclagem sejam eliminados permanentemente e em segurança (Erase the Recycle Bin).

07 Limpe o espaço livre
Se já apagou uma série de informação pessoal ou crítica usando a forma tradicional para o fazer, poderá tornar todos esses dados irrecuperáveis limpando esse espaço disponível com o Eraser. Escolha File, New task. A opção que lhe permite limpar a área do disco em questão já se encontra seleccionada, por defeito. Este processo irá apagar quaisquer vestígios dos seus dados, que ainda possam existir.

08 Cookies
Os cookies são pequenos ficheiros de texto colocados no seu computador pelos sites que visita e pelos anúncios que possam estar associados aos mesmos. Os cookies podem invadir a sua privacidade, tendo em conta que permitem que os sites de onde provêm procurem informação acerca da sua pessoa. É possível configurar o browser para bloquear a entrada de cookies, no entanto, esta medida é demasiado extrema, uma vez que alguns deles até são necessários.

Poderá indicar ao IE quais os cookies que devem ser bloqueados e quais os que podem entrar livremente na sua máquina. Dirija-se ao separador Privacidade, que se encontra na caixa Opções. No Firefox pode criar uma lista dos sites que têm luz verde para enviar cookies. Se está particularmente preocupado com esta questão, então aconselhamos a remover a opção que diz Ignorar Manipulação Automática, que se encontra no separador Privacidade (em Ferramentas, Opções). Desta forma, sempre que visitar um site, cujo cookie pretende guardar, pode adicioná-lo à lista de sites permitidos. Clique em Excepções para definir esta lista.

09 Privacidade do Facebook
Quem usa o Facebook, geralmente, não pensa muito na questão da privacidade e não mexe, por regra, na configuração que vem estipulada de raiz. À partida, as pessoas só conseguem aceder ao seu perfil se as adicionar previamente como amigas. Não é bem assim. Por exemplo, qualquer pessoa é livre de escrever o seu nome no campo de pesquisas do Google, ver a sua foto e consultar o nome e as fotografias dos seus amigos. Será que não se importa nada com isto? Para que tal não aconteça, aceda à sua conta do Facebook e clique no link Privacy. Aqui encontrará opções que lhe permitem controlar ao pormenor quem pode ver o quê. Dirija-se ao link Search para controlar quem terá acesso ao seu perfil através de uma pesquisa num motor de busca e o que cada uma dessas pessoas poderá visualizar nos resultados dessa busca.

São conhecidas algumas falhas de privacidade do Facebook. Há relatos de pessoas que alegam ter recebido mensagens que não lhes eram destinadas, e é do conhecimento público a existência de um bug que permitia que qualquer um pudesse ler Notas previamente designadas como privadas. Ou seja, com isto queremos dizer que é sempre má ideia colocar qualquer tipo de informação pessoal no Facebook. Também deverá ter atenção às aplicações que instala, uma vez que estas são criadas por terceiros.

10 Use uma ligação SSL para o Google-mail
Quando entra no seu e-mail, o login é transmitido através de uma ligação encriptada, no entanto, assim que passa a etapa da autenticação e começa a aceder aos e-mails e a navegar livremente na Internet, a barreira Encriptação desaparece. Isto deixa as mensagens vulneráveis, e estas passam a poder ser lidas por outras pessoas. Para usar uma ligação SSL encriptada com o Google-mail, basta colocar a letra “s” após http. Ficará com algo como http://mail.google.com. Deverá sempre seguir este procedimento se estiver a ceder à Web através de uma ligação wireless pública. Estas ligações SSL são válidas para outros webmails, como é o caso do Yahoo ou do Windows Live Hotmail.

11 Pesquisas anónimas na Web
É possível efectuar pesquisas na Internet sem que estas sejam associadas à sua pessoa, via cookies ou login: usando o Scroogle (www.scroogle.org) ou o Black Box Search (www.blackboxsearch.com). Ambos reenviam as suas pesquisas para os motores de busca de uma forma dinâmica, para que este pense que se trata de uma pessoa diferente de cada vez que procura um determinado item.

12 E-mail privado
O Hushmail é um serviço de webmail gratuito que usa PGP para encriptar as suas mensagens de e-mail. O processo de encriptação é feito automaticamente. O serviço permite ainda a partilha de ficheiros e a utilização de IM de forma segura. Saiba mais em www.hushmail.com.

13 Verifique o perfil online
Garlik.com é o nome de um site que lhe permite saber que tipo de informação pessoal acerca da sua pessoa anda a circular na Internet. O que este site faz é bastante mais do que os resultados apresentados quando escreve o seu nome num motor de busca. Podem existir bases de dados comerciais com os seus dados não detectáveis pelos motores de pesquisa. Este site consegue ser bastante eficaz, permitindo ao utilizador saber exactamente por onde anda o seu nome e a sua informação pessoal. Existe uma versão demo gratuita por 30 dias do serviço Garlik.

14 Assegure a sua privacidade na Net
O Tor permite usar a Internet de forma segura e privada. Se usar este serviço, poderá entrar em sites sem revelar o seu endereço IP, algo bastante útil, tendo em conta que é através dele que um utilizador pode ser identificado. A rede Tor encripta a sua transmissão e faz com que esta passe por vários computadores para que seja mais difícil de lhe seguir o rasto. Só que, se aceder à Internet através do Tor, a sua ligação à Net é bastante mais lenta.

No site oficial do Tor são dados alguns exemplos onde o seu uso se torna particularmente importante. Por exemplo, na comunicação entre os jornalistas e as suas fontes ou na transmissão de dados sensíveis entre um qualquer utilizador e um médico num fórum da especialidade ou num serviço de auxílio a vítimas de violação ou violência.

Saiba mais sobre este serviço em www.torproject.org. Poderá ainda visitar o http://xerobank.com/xB_browser.html, o espaço online de um browser criado no próprio Tor.

15 Comunicações VoIP
O serviço VoIP da Skype e as mensagens instantâneas são encriptadas. Se alguém tentar interceptar a comunicação em curso, terá apenas acesso uma série de dados baralhados. Sempre que usar o Skype Out para efectuar uma chamada para um número da rede fixa, ou o Skype In para receber uma chamada da mesma rede, a sua comunicação é encriptada até ao momento em que chega ao telefone do interlocutor. Enquanto os dados andam na Internet não conseguem ser acedidos por terceiros.

Se usar um outro sistema VoIP pode encriptar os seus dados de forma gratuita fazendo uso do Zfone em http://zfoneproject.com. Há muitas pessoas que se mostram um pouco cépticas acerca do modelo de encriptação usado pelo Skype, uma vez que faz uso de um protocolo proprietário. Na prática, ninguém pode realmente averiguar se a encriptação está mesmo a funcionar.

 Passo a passo
ENCRIPTE OS SEUS FICHEIROS COM O TRUCRYPT

Instale o TruCrypt, clique em Create Volume, Select File. Introduza o nome que lhe quer atribuir e o local onde pretende guardar o disco virtual. Pode escolher o seu disco rígido, ou qualquer outro dispositivo de armazenamento externo. Não mexa nos valores de encriptação definidos por defeito.

Defina qual o espaço que pretende que o volume tenha e a respectiva palavra-passe. Este espaço será completado com dados aleatórios a partir do local onde se encontra o ponteiro do seu rato. Agite o rato durante cerca de 30 segundos. Clique em Format.
Para activar o volume, escolha uma letra de uma drive que esteja disponível no TruCrypt, clique em Select File, seleccione o seu volume, clique em Mount e introduza a palavra-passe. Poderá ver o volume já activo em Meu Computador. Basta arrastar para lá os ficheiros que pretende encriptar.

16 Serviços de mensagens instantâneas
As conversas que mantém através dos serviços de mensagens instantâneas são enviadas pela Internet como texto simples, ou seja, podem ser interceptadas. Poderá encriptar essas conversas usando um programa gratuito chamado SimpLite, disponível em http://tinyurl.com/yxt4s6. Existem versões compatíveis com quase todos os grandes clientes de IM.

Em alternativa, existe um plug-in para o Pidgin (que anteriormente se designava por Gaim), o qual consegue encriptar todas as suas comunicações. O Pidgin é um cliente que lhe permite falar com os seus contactos e com quase todos os serviços de IM. Pode encontrá-lo em http://sourceforge.net/projects/pidgin. O plug-in para encriptação pode ser adquirido em http://pidgin-encrypt.sourceforge.net.

17 Aprenda a mentir nos formulários da Net
Existem cada vez mais sites que exigem o preenchimento de um formulário de registo para que possa aceder aos conteúdos. O que não se sabe é o que cada um deles vai fazer com a informação inserida nos campos desse mesmo formulário. Minta sempre. Se não for muito bom neste jogo, então use toda a ajuda que puder, recorrendo, por exemplo, ao Fake Name Generator (www.fakenamegenerator.com). Este consegue gerar dados no formato correcto para cada formulário existente na Net, mesmo até aqueles que detectam se a informação que acabou de inserir está correcta ou se apenas se trata de um conjunto de letras sem qualquer significado.

18 Use mais do que um serviço
Se usar o Google como webmail, calendários e motor de pesquisa, e se recorrer ao Google Docs, então a sua informação está toda concentrada no mesmo local, na base de dados da m esma companhia, o que faz com que seja mais fácil cruzar todos os seus dados e traçar o seu perfil. As grandes empresas como a Google têm políticas de privacidade bem estruturadas. Mas a sua base de dados não está livre das garras de outras entidades, como os governos ou mesmo do público em geral, no caso de um qualquer erro acontecer. Se não quiser manter todos os seus dados sob o mesmo tecto, então opte por escolher diferentes prestadores para os vários serviços que utiliza.

19 Encripte a sua informação privada
O TrueCrypt (www.truecrypt) é um excelente programa gratuito que cria um volume encriptado dentro do seu disco rígido ou da sua drive USB. Basta arrastar os dados para esse volume para estes serem “baralhados” ou camuflados. Quando activar esse volume (trata-se de uma drive virtual e a sua activação é equivalente ao processo de inserir uma pen drive na porta USB do seu computador), terá de fornecer a palavra-passe respectiva. Mesmo que a desactive, ninguém acederá aos dados inseridos dentro dessa drive virtual, a menos que tenha a palavra-passe correcta. O site deste programa tem ainda um espaço bastante útil com informação sobre encriptação de ficheiros.

20 Use uma palavra-passe mestra no Firefox
O Firefox pode guardar todos os seus logins e palavras-passe usadas no e-mail, nas compras online ou em qualquer outro serviço que exija autenticação prévia. Esta funcionalidade é bastante útil, se tiver a certeza que ninguém mais acederá ao seu PC. Caso contrário, qualquer pessoa poderá usar os seus serviços e aceder a toda a qualquer informação pessoal que neles possa estar inserida. Pior ainda, qualquer pessoa que entre na sua máquina pode ir a Tools, Options, Privacy, Show Passwords e ver todos os seus logins e palavras-passe. Para que nada disto aconteça, aconselhamo-lo a definir uma palavra-passe mestra, que terá de inserir sempre que inicia o Firefox.
 
   

 

Fonte:PCGuia


publicado por helldanger1 às 21:06
link do post | comentar | favorito
|
Design By FC Copyright ®2007 2009 Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet, Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Como formatar o computado...

. Como formatar e instalar ...

. INSTALAÇÃO DO WINDOWS XP ...

. Recovery Disks Vista /...

. Correcção da falha de se...

. Explorador de tarefas Win...

. Recovery Disk Win8

. Fechando o Metro win8

. Função teclas Windows 8

. Melhorias do Windows 8

.arquivos

. Agosto 2013

. Setembro 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

>

Photo of lovely_things

.Translate

.subscrever feeds